GDA perdeu frente à equipa de Ansião

A equipa do Grupo Desportivo de Alvaiázere (GDA) perdeu em casa por 1 - 2 frente ao Clube de Caçadores de Ansião (CCA), a 20 de outubro, num jogo que contou para a 2ª jornada do campeonato da 1ª Distrital da Associação de Futebol de Leira.

Jogo entre os principais candidatos aos primeiros lugares da série A do atual figurino competitivo do campeonato da 1ª Divisão da Distrital de Leiria, nada mais, nada menos que GDA e CCA.

O GDA, orientado pelo jovem treinador alvaiazerense António Gonçalves (Toni), vinha de uma moralizadora vitória no Avelar, pelo que via aumentada a expetativa deste jogo diante um Ansião, orientado pelo conhecido Paulo Neves, com grandes jogadores, alguns deles com passagem por Alvaiázere em épocas anteriores.

Não podia começar da melhor forma o jogo para o GDA. Primeiro minuto e já a bola se aninhava nas redes da equipa de Ansião através de um golo de Russo, na sequência de um lance estudado de bola parada. Pela surpresa no marcador Paulo Neves foi obrigado a mexer no seu esquema habitual, muito por culpa do sistema tático utilizado por Toni (muito arrojado diga-se) baseado num 4x4x2, com duas alas bem abertas nas laterais ofensivas, na direita Karvim (uma agradável surpresa) e Cláudio na esquerda. No eixo de ataque, Russo (bom jogo) e Mobarq (não teve tempo para muito devido a lesão) tinham a missão de pôr em sentido a defesa contrária. O meio campo entregue a Pernadas e Diogo (enquanto teve pulmão cotou-se como o melhor em campo). A linha mais recuada tinha como defesa direito Nuno, defesa esquerdo André Galinha, Luís e Ramalhal do Centro.

Após um início fulgurante do GDA, o Ansião equilibra o jogo mas sem criar situações de perigo para a baliza à guarda de Daniel. Entretanto Mobarq lesiona-se e é substituído por João Pimenta. O jogo torna-se apático com algumas ocasiões de golo repartidas pelas duas equipas, mas sem um ascendente claro de uma equipa.

Na segunda parte o GDA entra com vontade de matar o jogo e quase consegue esse objetivo aos 16 minutos, quando após cabeceamento de Karvim ninguém aparece para efetuar o desvio à boca da baliza do Ansião. E como quem não marca sofre, o Ansião na 1ª falha da defensiva do GDA, aproveita para empatar a partida através Mário João, que aproveita da melhor forma um erro de André Galinha. A melhor qualidade individual dos jogadores do Ansião a fazer a diferença, tal como no segundo golo apontado por Comboio, num cabeceamento a aproveitar uma bola parada na área do GDA.

Até ao final, o GDA a dispor de duas boas situações para igualar a partida, mas a não ser feliz e a permitir a vitória do Ansião, que aproveitou da melhor forma os erros da defensiva Alvaiazerense.

O GDA ressentiu-se muito do desgaste físico de Diogo, que enquanto teve "pernas" cotou-se como melhor em campo. Atuação positiva também para Karvim, um desequilibrador nato.

O trio de arbitragem efetuou um ótimo trabalho.

randomness